top of page

Salgueiro faz festa para anunciar nova musa da Comunidade

A passista Ana Flávia Barcellos desfilará como musa da vermelha e branca na Sapucaí

 

Fotos: Ewerton Pereira

Na contagem regressiva para a escolha do samba que levará a luta yanomami para a Marquês de Sapucaí no próximo Carnaval, o Acadêmicos do Salgueiro anunciou neste sábado (7) a passista Ana Flávia Barcellos, apresentada como musa da escola. A carioca de 23 anos, nascida e criada no Morro do Salgueiro, debutou na Avenida ainda no Aprendizes do Salgueiro. Ana Flávia deu seus primeiros passos na dança no Balé Clássico e aos 11 anos, ingressou nas aulas do Projeto Samba no Pé, comandado pelo mestre Carlinhos. Aos 13 anos, fez sua estreia pelo “Salgueirão”, como passista, com o enredo “Do fundo do quintal, sabores e saberes na Sapucaí”, de 2015.


Convidada pelo presidente André Vaz, a nutricionista é a cara da escola. Traz o Salgueiro em seu DNA. Ela é neta de Vicente "à jato", um dos mais antigos ritmistas da Bateria Furiosa e que foi, sem sombra de dúvidas, um dos baluartes da escola. À Jato tocava tarol, e permaneceu desfilando até os seus 82 anos de idade, totalizando 60 anos de Avenida.



“Ser Musa do Salgueiro hoje, vindo do morro, é resgatar memórias e vivências que eu tive durante todo esse tempo e que apesar de as vezes ter tido poucos recursos, eu sempre me esforcei para estar aqui. É dar continuidade a um legado, uma história que é transmitida à gerações. Essa conquista não é só minha, mas sim de todas as meninas periféricas que assim como eu, também sonham em representar sua comunidade”, comemorou Ana Paula.


A maior inspiração de Ana Flávia é sua mãe, Dirce, carinhosamente conhecida como Xu. Ela é uma precursora da arte do cabelo afro no Morro do Salgueiro e uma componente de longa data da escola. Sua dedicação à comunidade é um exemplo.


A comunidade pode esperar de mim muita dedicação, humildade, simpatia, e claro, muito samba no pé! Vou me empenhar pra ser o melhor pra minha escola.”, finalizou. 

Em 2024, o Acadêmicos do Salgueiro vai levar para a Avenida a história e a luta do povo Yanomami com o enredo Hutukara, de autoria do carnavalesco Edson Pereira. 

Comments


dba36d_ed1833afb2024b58a83564e5ff3597ff_mv2.png
20230401_140001.png
bottom of page