top of page

Império Serrano celebra os aniversários de Madureira e Beto Sem Braço com roda de samba na sexta (24)

Com entrada franca, a festa vai contar com grandes nomes do samba na quadra do Reizinho


Foto: Pedro Siqueira

Na próxima sexta-feira (24), a partir das 17h, o Império Serrano vai abrir as suas portas para um dia de celebração à Madureira e a um de seus maiores compositores: Laudeni Casemiro, o popular Beto Sem Braço. Com uma super roda de samba, comandada pelo músico Arifan e participação de Marquinho Sathan, o evento marca os 411 anos do bairro e os 83 do poeta imperiano, falecido em 1993 e autor de clássicos inesquecíveis dos sambas de enredo, como “Bum Bum Paticumbum Prugurundum”, “Mãe, baiana mãe”, dentre outros. O evento terá entrada franca.


Essa será a segunda edição da roda de samba em comemoração ao aniversário de Beto Sem Braço, no Império Serrano, e que conta também com a organização do Sesc Madureira. Em 2023, festejando os 82 anos de nascimento, foi inaugurado o busto do compositor na quadra do Reizinho e reuniu grandes nomes do samba, parceiros de longas datas e uma legião de fãs de todas as idades.


Segundo a vice-presidente cultural Paula Maria, o Império Serrano tem o dever de promover eventos que celebrem o legado e a história de seus grandes nomes. Para ela, o sucesso do último ano foi fundamental para mais uma edição da roda de samba em exaltação a Beto Sem Braço.


- Para que estejamos hoje aqui, muitas pessoas passaram e ajudaram a construir a história do Império Serrano. O Beto Sem Braço, sem dúvida alguma, é um dos grandes nomes dessa constelação de imperianos, que encantou e encanta gerações através das suas músicas, sendo sambas de enredo ou não. Por isso, temos sempre que exaltá-lo, assim como a tantos ícones da nossa escola. Ano passado tivemos um evento muito bonito e, com certeza, teremos um ainda mais belo na sexta-feira. Todos estão convidados - destacou Paula Maria.


Filha de Beto Sem Braço, Priscila Casemiro ressaltou que a roda de samba é uma forma de seguir o legado deixado pelo compositor. Para ela, o evento é uma forma de seguir levando a história para os sambistas atuais.


- O Império Serrano e Madureira consagraram meu pai como compositor de samba de enredo. Nos reunirmos para cantar Beto Sem Braço não é só um ato de resistência, mas de reviver memórias e manter suas obras vivas, contagiando a nova geração - afirmou Priscila.


Antes do samba, haverá uma roda de conversa sobre Beto Sem Braço e o bairro de Madureira. O evento também vai contar com espaço kids para as crianças e a exposição “Mulheres”, com o DJ Orkidea tocando nos intervalos.


Serviço:

Roda de samba: 83 anos de Beto Sem Braço e 411 de Madureira

Data: 24 de maio, sexta-feiraHorário: 17hLocal: Quadra da Império SerranoEndereço: Avenida Ministro Edgard Romero, 114 - Madureira, Rio de JaneiroAtrações: Arifan, Marquinho Sathan e convidadosEntrada franca

Comments


dba36d_ed1833afb2024b58a83564e5ff3597ff_mv2.png
20230401_140001.png
bottom of page