top of page

Claudia Mota e Edifranc Alves são os novos coreógrafos da Comissão de Frente do Tuiuti

Foto: Divulgação

Parceiros na vida real, nos palcos e agora no carnaval. A comissão de frente do Paraíso do Tuiuti será comandada por uma consagrada dupla no próximo desfile: Claudia Mota e Edifranc Alves. A atual primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro esteve na azul e amarelo de São Cristóvão em 2022, e tem reconhecida trajetória, sendo formada pela Escola Estadual de Danças Maria Olenewa, escola oficial do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de receber o Prêmio de Melhor Bailarina da América Latina, eleita pelo Conselho Latino-americano de Dança.


Hoje, Claudia Mota é um dos maiores nomes da dança no país e na América Latina, com sucesso de público, crítica e mídia, além de campanhas publicitárias. Como coreógrafa de comissão da frente, Mota já passou por escolas como Mangueira, São Clemente, Estácio de Sá, Império Serrano e Imperatriz Leopoldinense.


Edifranc também tem consolidada carreira artística nos palcos. Ele é primeiro solista do Ballet do Theatro Municipal do Rio e ator com formação no Teatro Vila Velha (Salvador, Bahia). Formado em Dança pela Universidade Federal da Bahia, Alves teve experiências como bailarino em comissões de frente do Salgueiro, sob direção de Marcelo Misailidis, e na Unidos da Tijuca e Grande Rio, sob a direção de Priscilla Mota e Rodrigo Negri. Já trabalhou como ensaiador no Imperio Serrano e, neste ano, foi Diretor Artístico na comissão de frente da Mangueira, ao lado da coreógrafa Claudia Mota.


"O Ed é meu parceiro na vida e um super bailarino. Agora chegou a hora de estarmos juntos nesse desafio de voltar ao Tuiuti. Agradeço ao presidente Thor por esse retorno em uma casa onde fizemos um grande trabalho", afirma a bailarina.


Em 2024, o Tuiuti vai desfilar com o enredo "Glória ao Almirante Negro!", que será desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos, homenageando a vida e história de João Cândido, marinheiro brasileiro que se empenhou na luta contra os maus-tratos, a má alimentação e as chibatas sofridas pelos colegas.

Comentários


dba36d_ed1833afb2024b58a83564e5ff3597ff_mv2.png
20230401_140001.png
bottom of page